Portugal: Um dos Lugares mais Receptivos aos Brasileiros

portugal

Nos últimos anos Portugal se tornou um dos lugares mais receptivos aos brasileiros.

Historicamente temos laços que nos unem. Além de semelhanças culturais, um ponto comum óbvio é o idioma.

Isso facilita muito a integração dos brasileiros na sociedade portuguesa.

Fora isso, como o número de imigrantes brasileiros morando em Portugal é muito grande, o contato com conterrâneos com a mesma experiência de morar fora do país ajuda a adaptação dos brasileiros que optam por morar em Portugal.

O que leva os brasileiros a quererem morar em Portugal?

Analisando mais a fundo a situação dos brasileiros que vão morar em Portugal, podemos identificar alguns motivos principais que os leva à imigração.

Certamente, um dos principais motivos é a busca por segurança. Nos últimos anos, a segurança pública do Brasil – que já não era das melhores – teve uma piora acentuada.

Portugal, por sua vez, assim como os demais países da Europa ocidental, possui ótimos índices de segurança.

Outro motivo que leva os brasileiros a quererem morar em Portugal é o mais comum entre as pessoas que busca a imigração: a simples busca pela melhora da qualidade de vida.

Essa questão é mais abrangente e envolve diversos fatores: melhores oportunidades de emprego, a própria questão da segurança também está presente aqui, educação, saúde, etc.

Mas podemos dizer que de todos os fatores elencados no parágrafo acima, o principal são as oportunidades de emprego.

A situação econômica no Brasil, nos últimos anos – assim como a da segurança – teve um forte declínio. Isso fez com que muitos empregos simplesmente desaparecessem.

E, como é natural em todos os movimentos migratórios, isso fez com que muitos procurassem a mudança de país como solução.

O que é preciso saber para se mudar para Portugal?

Obviamente, mudar de país envolve uma série de questões. É uma mudança radical de vida. E nem sempre é a melhor solução.

A primeira coisa a se ter em mente é uma projeção realista de como será a vida no novo país.

Para isso, é imprescindível o maior número de informações possível, e informações de qualidade, para melhor embasar essa decisão.

Se esse é o seu caso, se você está pensando em se mudar para Portugal, clique aqui para obter mais informações.

Esse site indica o caminho para que você evite fazer pesquisas intermináveis – e muitas vezes pouco confiáveis – na internet, e encontre tudo o que precisa num único lugar.

Caminho de Santiago: Obrigatório para Aventureiros

caminho-de-santiago

Se tem uma coisa que é obrigatória na lista de coisas a serem feitas para quem tem o espírito aventureiro é o Caminho de Santiago.

Santiago de Compostela, na Espanha, é o destino de várias rotas trilhadas por aventureiros em longas caminhadas.

O caminho mais comum é percorrido da França, com início em Saint-Jean-Pied-de-Port, e tem cerca de 800 km até Santiago. Além desse, há diversos outros caminhos que afluem à Santiago, partindo de toda a Europa.

A peregrinação à Santiago de Compostela já possui tradição milenar, tendo início na Idade Média. A motivação inicial da maior parte dos peregrinos era de cunho religioso.

Hoje em dia, porém, percorrer o Caminho de Santiago tem uma conotação mais aventureira.

Infraestrutura do Caminho de Santiago

Apesar de ser uma grande aventura, percorrer o Caminho de Santiago não precisa ser sacrificante.

Os caminhos que levam à Santiago são bem cuidados, e há uma série de albergues para os aventureiros se hospedarem ao longo da jornada. Muitos desses albergues são gratuitos.

Os caminhos podem ser percorridos a pé, de bicicleta e até mesmo à cavalo. Embora o mais comum seja trilhá-lo a pé.

A segurança – grande preocupação em especial dos brasileiros – também é muito boa. Para percorrer o Caminho de Santiago é necessária uma credencial. Essa credencial é carimbada ao longo do percurso, inclusive nos albergues, que podem retê-la caso o peregrino tenha mau comportamento.

Isso ajuda que se mantenha a segurança e a ordem.

Nos albergues os peregrinos, além de se alojarem, têm acesso à alimentação e podem repor os seus mantimentos.

Experiências em Santiago

Além da conotação religiosa que possuía no passado e do caráter aventureiro que possui hoje em dia, o Caminho de Santiago também suscita experiências místicas.

Esse caráter místico ficou evidenciado principalmente através do livro O Diário de um Mago, do escritor Paulo Coelho.

Seja como for, a experiência de percorrer ao menos um dos Caminhos de Santiago é obrigatória para os aventureiros. Seja pela tradição, caráter religioso, místico ou pela simples aventura.

A beleza das paisagens e a experiência de caminhar por quilômetros a fio nos leva para um outro estado, muito diferente do dia a dia. E isso pode ser transformador. Vale muito a pena. E, como todos que passaram pela experiência, recomendo!

 Para mais informações, confira o vídeo abaixo.

Auto motivação e Desenvolvimento Pessoal

As causas da motivação individual (ou auto motivação) foram objeto de muita especulação ao longo do tempo. Porém, o sensacional livro Motivação 3.0, do renomado Daniel Pink, revolucionou o entendimento dos fatores que nos motivam.

As pesquisas do autor revelaram que a principal variável que nos motiva é o propósito. Muito mais do que recompensas, sejam elas financeiras ou de qualquer outro tipo. O que cada um de nós mais busca, ainda que inconscientemente, é estar engajado em um propósito maior.

Isso dá sentido às nossas ações, e preenche um vazio que, em graus variados, todos possuímos.

Outro livro com dicas mais práticas sobre auto motivação é o Motivação Instantânea, que você pode conferir logo abaixo.

 

O Desenvolvimento Pessoal passa pela Auto Motivação

O desenvolvimento pessoal de cada um de nós, isto é, o nosso desenvolvimento em cada uma das áreas de nossa vida, de cada um dos aspectos da nossa personalidade, passa, inexoravelmente pela auto motivação.

A auto motivação é o combustível que nos move em direção a qualquer objetivo. E ela quem nos tira de um estado letárgico e inerte, por exemplo.

Daí a importância de termos um propósito.

Quando entendemos que nos tornando uma pessoa melhor colaboramos mais para o desenvolvimento da sociedade, enxergamos um sentido maior (um propósito) para nos desenvolvermos a cada dia.

Para isso, é necessário um conjunto de valores claro. É preciso ter clareza, por exemplo, de que quanto mais desenvolvemos as nossas potencialidades, mais ajudamos no progresso da humanidade.

O contrário também é verdadeiro: se deixamos nossas potencialidades atrofiadas, isto é, se não nos lançamos no processo de desenvolvimento pessoal, acabamos ou por prejudicar o desenvolvimento da sociedade ou ao menos não ajudando tanto quanto poderíamos.

Motivação Externa x Auto Motivação

Assistir a uma palestra motivacional, ler um livro sobre motivação, escutar uma história inspiradora: tudo isso pode nos motivar.

Mas são fontes externas de motivação. E a motivação externa até funciona. Podemos ouvir uma música que eleve nosso ânimo, e esse é outro exemplo de motivação externa.

Porém, toda motivação externa dura pouco. Temos um pico de motivação, mas logo voltamos ao estado normal.

A auto motivação, ao contrário, é duradoura. Podemos nos manter o dia todo, todos os dias, motivados a realizar as ações que vão conduzir aos objetivos que almejamos. Para isso, porém, esses objetivos precisam ser claros em nossas mentes. E, além disso, precisam estar alinhados a um propósito maior.